terça-feira, 10 de novembro de 2015

O que penso sobre as brigas entre arminianos e calvinistas no Facebook e as páginas que contêm deboche e escárnio


Por Renato Vargens




As Redes Sociais tem em muito contribuído para a edificação da igreja brasileira e quanto a isso não tenho a menor dúvida. Todavia, apesar de estar ajudando cristãos a entenderem as verdades contidas nas Escrituras, as Redes Sociais e especialmente o Facebook,  tem sido usadas como ferramentas de deboche, achincalhe e ridicularização. 

Eu particularmente não frequento nenhum destes espaços virtuais, entretanto, há pouco, fui alertado por alguns irmãos sobre o desrespeito comum àquele a esses grupos. Instigado por amigos e curioso em saber mais sobre o assunto resolvi visitar algumas destas páginas e  fiquei impressionado com o conteúdo ali publicado. 

Ora, uma coisa é discutir doutrinas, emitir pontos de vistas e divergir em questões doutrinárias, outra é denigrir a imagem de alguém, emitindo ofensas "ad hominem", ridicularizando os divergentes, fazendo chacota com as mais diferentes pessoas.

Prezado amigo, para vergonha nossa isso se tornou mais comum do que gostaríamos. Infelizmente  os adeptos do "arminianismo e do calvinismo" tem proporcionado discussões, deboches e ridicularizações que me fazem ruborizar de vergonha.  Lamentavelmente estes irmãos em vez de tratarem das divergências doutrinárias dialogando de forma respeitosa,  tem optado pela agressões virtuais criando charges, quadrinhos cujo objetivo final é ridicularizar cristãos do passado e presente.

Caro leitor eu posso divergir de Armínio, mas não tenho o direito de ridicularizá-lo, você pode não concordar com Agostinho e Calvino, mas, não possui o direito de achincalha-los.  Contudo, o que mais tem me assustado nisso tudo é perceber que o comportamento desrespeitoso não é propriedade exclusiva de adolescentes e jovens, mas, também de homens maduros,  que em nome de uma pseudo-espiritualidade tem agredido seus irmãos, ferindo assim o Corpo de Cristo.

Diante do exposto, gostaria de dar algumas sugestões a todo aquele que deseja usar as Redes Sociais para a glória de Deus: 

1-) Você pode ser Calvinista ou arminiano, mas, isso não te dá o direito de zombar e ridicularizar seus irmãos.

2-) Você pode não concordar com alguns ensinamentos arminianos ou calvinistas, mas isso não te dá o direito de afrontar desrespeitosamente santos homens de Deus que acreditam e defendem o que pensam.

3-) Você pode discordar do pensamento, da teologia, e da fé dos seus irmãos, sem contudo, permitir com que a sua discordância redunde em ataques "ad-hominem".

4) Arrependa-se de suas agressões e de forma madura exponha o que crê deixando de lado toda e qualquer tipo de agressão glorificando a Deus mediante uma fé madura e responsável.

Pense nisso!

Texto extraído do blogue do pastor RENATO VARGENS.

Nenhum comentário: