quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Receba o perdão de Deus, em nome de Jesus!


É verdade que, durante a nossa existência, cometemos muitos erros. E quando entendemos que esses erros são pecados contra Deus, descobrimos e revelamos ao mundo o senso ou a realidade de que existe uma consciência espiritual. Esse fato é fundamental para irmos ao encontro do Criador.

No mundo, existem muitas pessoas que tiveram boas experiências com Deus. Elas partilharam momentos graciosos na presença do Senhor ou até quiseram conhecê-lo mais profundamente. Porém, ao resvalarem por certas encostas existenciais, nunca ousaram crer piamente no pleno perdão do Eterno. Esses seres humanos estão decepcionados consigo mesmos ou não conseguem abraçar confiantemente o poder do sangue de Cristo.

Como vencer esse dilema da vida? Como lidar com as acusações implacáveis da própria consciência? Parece-nos difícil, não? Sim, alguém dirá. Mas se observarmos e crermos verdadeiramente no que as Escrituras nos dizem, poderemos ser libertos desses juízos terríveis. Escutemos o que a Bíblia nos diz:

Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça... Filhinhos meus, estás coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo; e ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro (1 João 1.9; 2.1-2, grifo nosso).

Amado (a) leitor (a), não se esqueça disso: "se o nosso coração nos acusar, certamente, Deus é maior do que o nosso coração e conhece todas as coisas" (1 João 3.20, grifo nosso). Receba o perdão de Deus, em nome de Jesus!

João Paulo Souza

Nenhum comentário: