quinta-feira, 11 de junho de 2015

Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) lançará Bíblia em parceria com a Igreja Adventista



A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), pelas informações veiculadas aqui na net, está a cada dia mais próxima da Fé Adventista.

Paulo Teixeira, secretário editorial da instituição, segundo entrevista publicada no site da REVISTA ADVENTISTA, concedida durante palestra realizada na manhã de uma quinta-feira, 21 de maio, na Casa Publicadora Brasileira, o teólogo e linguista, que é especialista em Língua e Literatura Hebraicas, discorreu sobre a contribuição que a Bíblia de Estudo Andrews, que vem sendo preparada pela CPB em parceria com a Sociedade Bíblica do Brasil - SBB, deve dar como incentivo à leitura aprofundada das Escrituras.

Segundo Paulo Teixeira, após ser traduzida, a Bíblia Andrews entra nas últimas etapas do processo de produção. A versão em português vem sendo diagramada pela SBB e deve ser lançada em novembro deste ano em parceria com a Casa Publicadora Brasileira (Adventista).

A Bíblia de Estudo Andrews será a versão aportuguesada da bíblia de estudo adventista cujo nome original é Andrews Study Bible.

Veja a palavra de Paulo Teixeira ao ser perguntado sôbre a contribuição da Igreja Adventista sobre a divulgação da Bíblia:

"A Igreja Adventista está entre as que mais incentivam o estudo da Bíblia. Eu me alegro muito ao ver, a cada sábado, as pessoas abrindo suas lições da Escola Sabatina, buscando os detalhes dos textos bíblicos. É emocionante ver como os adventistas gostam de ler as Escrituras. Isso é um testemunho muito impactante, inclusive para mim e a minha família. - Paulo Teixeira - SBB"

Em que pese conhecer boas pessoas, e até mesmo ter bom relacionamento social com adventistas, ser apreciador da sua boa música, uma vez nascido no evangelho, desde a tenra idade, aprendi que os Adventistas, do ponto de vista doutrinário estão em contraponto com os evangélicos de maneira geral. Qualquer seminário na área de apologética se debruça durante boa carga horária sôbre as heresias do adventismo, em especial as profecias de Ellen Gold White, cujos escritos para os adventistas se equiparam às Escrituras Sagradas, o sono da alma, etc...

Por outro lado, os adventistas não nos consideram e investem em seus fiéis, com literatura e ensinos, no sentido de ensina-los a evangelizar os crentes de igrejas evangélicas, principalmente os ministros, senão vejamos o que eles dizem:

"Temos uma obra a fazer por ministros de outras igrejas. Deus quer que eles se salvem. Como nós mesmos, eles só poderão obter a imortalidade mediante a fé e a obediência. Precisamos trabalhar diligentemente por eles, a fim de que a possam alcançar. Deus quer que eles tenham parte em Sua obra especial para este tempo. Quer que se achem entre os que estão dando o alimento a tempo a seu povo. Por que não se haveriam eles de empenhar nesta obra? Nossos pastores devem buscar aproximar-se dos pastores de outras denominações. Orai por esses homens e com eles, por quem Cristo está fazendo intercessão. Pesa sobre eles solene responsabilidade. Como mensageiros de Cristo, cumpre-nos manifestar profundo e fervoroso interesse nestes pastores do rebanho." (Testemunhos Seletos, Vol. 2, p. 386). - Veja isso e muito mais no site APOLOGIA BÍBLICA

Como é que a Sociedade Bíblica do Brasil - SBB, vai explicar agora essa parceria? Qual o resultado dessa indução subliminar na vida espiritual dos cristãos evangélicos das Igrejas tradicionais e pentecostais históricas? Estaria a SBB interessada apenas no quesito financeiro, mudou seu foco ou abandonou a ortodoxia bíblica?

As Bíblias de conveniência, lançadas em parceria com personalidades do mundo artístico gospel já não soavam bem nos bastidores da apologética, depois o "imbroglio" da chamada "Bíblia Gay" (veja aquiaqui e aqui), e agora ainda mais essa?



A SBB estatutariamente é propriedade das igrejas, tanto que os Conselhos que norteiam a instituição e sua Diretoria, são formados por representantes das Igrejas e ou Denominações mais sérias da nação. É necessário que os tais conselheiros revejam o relacionamento com a atual Diretoria e, de alguma maneira reconduzam "trem aos trilhos devidos", caso contrário...

FONTE: POINT RHEMA

Nenhum comentário: