sábado, 11 de outubro de 2014

Uma vez salvo, salvo para sempre?


"Ora, para aqueles que uma vez foram iluminados, provaram o dom celestial, tornaram-se participantes do Espírito Santo, experimentaram a bondade da palavra de Deus e os poderes da era que há de vir, e caíram, é impossível que sejam reconduzidos ao arrependimento; pois para si mesmos estão crucificando o Filho de Deus, sujeitando-o a desonra pública" (Hebreus 6.4-6, NVI, grifo meu).

O espírito de apostasia é uma realidade de nossa época. Nos tempos do apóstolo Paulo algumas pessoas, outrora crentes, viraram as costas para Deus, demonstrando não mais acreditarem nEle (1 Timóteo 4.1). Essa atitude é mais que prova de que devemos vigiar para não sermos surpreendidos pelas lancetadas da incredulidade. A salvação deve ser desenvolvida com temor e tremor. Portanto, a frase "Uma vez salvo, salvo para sempre" não se sustenta diante das evidências bíblicas.

João Paulo M. de Souza

Nenhum comentário: