sexta-feira, 27 de setembro de 2013

A avareza dos falsos mestres e de sua clientela e um bom conselho pra quem quer viver bem


Comumente, os falsos mestres adoram enganar os desavisados de plantão, e, "movidos por avareza" (2 Pedro 2.3), lavam a burra com suas artimanhas. Esses homens inescrupulosos aproveitam-se da vulnerabilidade de seus fiéis (ou clientes?), e, em troca de dinheiro, oferece-lhes qualquer coisa, menos o santo Evangelho de Jesus. Usam o nome "Jesus", mas sequer o conhecem (Mateus 7.23). O que eles gostam mesmo é da gordura financeira de suas "ovelhas". 

De acordo com Paulo, "os que querem ficar ricos, caem em tentação, e cilada, e em muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os homens na ruína e perdição" (1 Timóteo 6.9). No verso seguinte, diz o apóstolo: "Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males". Atente-se que o mal surge pelo "amor ao dinheiro", mas não por possuí-lo. Os ambiciosos, nesse caso, não desejam apenas ter o necessário, sempre querem mais! Nunca se sentem satisfeitos com o que têm. Sempre orbitam em torno do dinheiro!

Por outro lado, para quem deseja viver bem e gozar das benesses de Deus aqui na Terra, o melhor a fazer é não ser orgulhoso, nem depositar a própria "esperança na instabilidade da riqueza, mas em Deus, que tudo nos proporciona ricamente para nosso aprazimento" (1 Timóteo 6.17). Indiscutivelmente, "nada temos trazido para o mundo, nem coisa alguma podemos levar dele. Tendo sustento e com que nos vestir, estejamos contentes" (1 Timóteo 6.7, 8).

João Paulo M. de Souza

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Pastor?


O ministério pastoral bíblico se evidencia pelo contato e relacionamento diário entre pastor e ovelhas. Se isto não acontece, podemos ser chamados simplesmente de presidentes, dirigentes, diretores, gestores, coordenadores, supervisores, chefes ou algo parecido, menos de pastores.

Não se pastoreia organizações, e sim almas.

"Porque éreis como ovelhas desgarradas; mas, agora, tendes voltado ao Pastor e Bispo da vossa alma." (1 Pe 2.25)

domingo, 22 de setembro de 2013

Até que me tome completamente o sol de Cristo...


"Sei que pouco sei. Mas também sei que esse pouco que sei vai sendo sempre um pouco mais, até que me tome por completo o sol de Cristo."

João Paulo M. de Souza

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

O que era o espinho na carne de Paulo?


Muita discussão tem sido travada para definir o que era o espinho na carne de Paulo (2Co 12.7). Conforme Gálatas 4.14,15 Paulo diz que pregou o evangelho pela primeira vez na Galácia por causa de uma enfermidade física. Essa enfermidade, possivelmente, foi contraída na região pantanosa de Perge da Panfília, onde havia uma alta incidência de malária. Alguns estudiosos sugerem que Paulo pegou malária no começo dessa primeira viagem missionária, o que lhe provocava uma dor de cabeça alucinante, afetando inclusive sua visão. Isso está alinhado com alguns fatos, como: 

1) Os crentes da Galácia estavam dispostos a dar seus olhos para Paulo (Gl 4.15); 

2) Paulo termina a carta aos Gálatas dizendo: Vede com que grandes letras vos escrevo; 

3) Paulo usava secretários para ditar suas cartas, algumas vezes tomava a pena apenas para fazer a conclusão; 

4) Paulo chamou o sumo sacerdote de parede branqueada (At 23.3-5). Todos esses indícios nos levam a uma pista: o espinho na carne de Paulo pode ter afetado sua visão. O assunto está em aberto. Tem alguma outra sugestão?



Por Hernandes Dias Lopes

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Quando o$ intere$$e$ reai$ $ão outro$: quanto mai$ reai$ no bol$o, melhor

Será que a vida verdadeiramente cristã é baseada em espertezas? Tive a impressão de que Pedro tem razão: "... movidos por avareza, farão comércio de vós" (2 Pd 2.3). 

Assista ao vídeo abaixo e tire suas próprias conclusões. 

             

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Em que tempo você está?


Eclesiastes 3:1-8

"Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu" (v. 1):

1) Tempo de nascer e tempo de morrer (v. 2)

2) Tempo de plantar e tempo de desplantar (v. 2)

3) "Tempo de matar e tempo de curar" (v. 3)

4) "Tempo de derribar e tempo de edificar" (v. 3)

5) "Tempo de chorar e tempo de rir" (v. 4)

6) "Tempo de prantear e tempo de saltar de alegria" (v. 4)

7) "Tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntar pedras" (v. 5)

8) "Tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar" (v. 5)

9) "Tempo de buscar e tempo de perder" (v. 6)

10) "Tempo de guardar e tempo de deitar fora" (v. 6)

11) "Tempo de rasgar e tempo de coser" (v. 7)

12) "Tempo de estar calado e tempo de falar" (v. 7)

13) "Tempo de amar e tempo de aborrecer" (v. 8)

14) "Tempo de guerra e tempo de paz" (v. 8)


Afinal, em que tempo desses você está?

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Princípios para o culto cristão

           
             

Não concordo plenamente com tudo que o pastor Augustus Nicodemus falou neste vídeo. Porém, através deste, reconheço que podemos aprender muitas verdades acerca do culto verdadeiramente cristão. 

"Ponham à prova todas as coisas e fiquem com o que é bom" (1 Ts 5:21).

Alegre-se no SENHOR



"Este é o dia em que o SENHOR agiu; alegremo-nos e exultemos neste dia" (Salmo 118:24, NVI).

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Ler, analisar, refletir e deliberar


Ao lidar com quaisquer fontes de conhecimento, "ler, analisar, refletir e deliberar" são atitudes fundamentais.

Pense nisso.