quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Paulo: fidelidade na transmissão da Palavra de Deus



O capítulo 11 e versículo 23 da Primeira Epístola de Paulo aos Coríntios mostra-nos a fidelidade desse apóstolo na transmissão, sem reservas, de tudo o que havia aprendido de Jesus. Também, indiretamente, o doutor dos gentios ensina-nos a conservar pura a essência das palavras de Cristo, bem como de todas as Escrituras Sagradas.

"Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei" fala da imensa graça de Deus em conceder aos seres humanos revelações inefáveis sobre seu Filho. Deus revela Sua mensagem às pessoas, e estas têm a nobre missão de repassá-la sem mácula, sem adulterações - sem acréscimos ou decréscimos - aos seus semelhantes. Que maravilhosa oportunidade, não acha?

Essa postura de Paulo deve ser levada em conta, pois ele também asseverou: "Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus; antes, falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus" (2 Co 2.17). Decerto, esse homem justo, durante o seu santo ministério, buscou imitar seu Senhor: "Sede meus imitadores, como também eu, de Cristo" (1 Co 11; cf. 2 Co 11.23-33).

Sem sobra de dúvida, assim como Paulo, procuremos imitar piamente o nosso Mestre: 

"Porque eu [Jesus] não tenho falado de mim mesmo, mas o Pai, que me enviou, ele me deu mandamento sobre o que hei de dizer e sobre o que hei de falar. E sei que o seu mandamento é a vida eterna. Portanto, o que eu falo, falo-o como o Pai mo tem dito" (Jo 12.49, 50, grifo nosso).

Com amor,

João Paulo M. de Souza

Nenhum comentário: