quarta-feira, 14 de novembro de 2012

O engodo do "dízimo" do pretenso salário de 2013



Nessa caminhada com Cristo, pensamos que já vimos de tudo, quando, na verdade, o que está acontecendo nos parece ser só a ponta do iceberg. Como a cada dia surge – por parte de alguns espertalhões - mais e mais artifícios para angariar verba para as pretensas necessidades de determinadas igrejas evangélicas, o que certo líder de uma famosa denominação está propondo aos “seus” fiéis é, no mínimo, exótico aos olhos da hermenêutica bíblica.

Segundo o líder de determinada denominação, que tem "mundial" e "poder" no nome, suas ovelhas devem determinar - na sua imaginação, é claro - o valor do salário que gostaria de receber mensalmente em 2013. E, a partir dessa decisão, começarem, desde já, a entregá-lo nessa instituição religiosa. Que manobra interessante desse "apóstolo", não?

Pensando comigo, imaginei como não seria a  posterior tribulação de um irmão "humilde" - que ambiciona ganhar dez mil ou vinte mil reais ou até mais -, no próximo ano, após lançar seu dízimo de mil ou dois mil reais no gazofilácio dessa igreja, e descobrir que tudo não passou de uma astúcia de seu pastor? A sua situação financeira, sem dúvida, ficaria preta, isto é, o sonho do salário gordo não passaria de um desconcertante engodo "apostólico".

Meu parecer sobre essa enganosa manobra: "Tomemos muito cuidado com as artimanhas comercialistas de muitos líderes que usam de tudo para encherem o cofre de suas igrejas. Os tais, conforme o apóstolo Pedro falou, "são fontes sem água, nuvens levadas pela força do vento, para os quais a escuridão das trevas eternamente se reserva" (2 Pe 2.17). Quanto à nossa vida financeira, deixemos que, naturalmente, Deus nos oriente em como procedê-la (Mt 6.19-34; 1 Tm 6.7-14, 17-19).

Em Cristo,

João Paulo M. de Souza

Um comentário:

Filósofo Calvinista disse...

Não terei pena de ninguém que fizer a tal doação. Como diria meu antigo pastor: "chapéu de otário é marreta". Todo castigo é pouco pra quem acha que pode negociar com Deus.

Ps: Pq vc não tira a necessidade de digitar esses caracteres incompreensíveis pra quem quer comentar?

Postei sobre isso:

http://filosofiacalvinista.blogspot.com.br/2012/03/prove-que-voce-nao-e-um-robo-um-pedido.html