sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Ao acessar a internet, o que você procura?


Indubitavelmente, com o advento da rede de computadores, a vida de muitas pessoas foi facilitada; em contrapartida, a vida de outras tantas sofreu um declínio sem precedentes. Diante dessa realidade, quando você acessa a internet, glorifica a Deus? Ou será que, infelizmente, entristece o Espírito Santo da verdade, "no qual estamos selados para o Dia da redenção"  (Ef 4.30)?

O mundo digital trouxe-nos novas perspectivas, novas possibilidades e, por conseguinte, novos conhecimentos. Com o advento da internet, podemos nos comunicar com o mundo, em tempo real. "A internet é o maior conglomerado de redes de comunicações em escala mundial e dispõe milhões de computadores interligados pelo protocolo de comunicação TCP/IP, que permite o acesso a informações e todo tipo de transferência de dados" (Wikipédia). Que ótimo, não acha?!

A blogosfera cristã é um dos muitos benefícios - salvo alguns blogs que, em vez de semear a essência cristã, destoa dos princípios bíblicos e cristãos - disponibilizados pela internet. Nós, por exemplo, só estamos escrevendo esse texto por conta dessa rede. Outrossim, é o poder de informatividade e de disponibilidade de mecanismos avançados que facilita a vida de empresas, instituições, grupos, indivíduos etc. que querem divulgar seus produtos, serviços, filosofias, ideias e tudo o mais.

Não obstante tantas facilidades à disposição de qualquer internauta, a World Wide Web (Rede de Alcance Mundial) abriga ardis, ou melhor, campos minados à espreita dos ingênuos e desavisados. Nos bastidores dela, há muitas pessoas que amam promover a desgraça alheia, disseminando a todo instante o mal: difamação, roubo cibernético, aliciamentos de crianças e de adolescentes, fomento de tráfico de pessoas, assédios moral e sexual etc. Além, é claro, dos incontáveis sites pornôs que, diariamente, recebem um número maciço de visitas: arruínam casamentos, destroem famílias e acorrentam milhões de almas, levando-as ao abismo eterno, ao inferno. Sei que esta palavra é contundente - para os que vivem no mal -, mas não podemos nos escusar das verdades bíblicas (Ap 22.15; Mt 7.21-23).

Para encerrar essa reflexão, gostaria de convocar a todos nós a observarmos, com vagar, o que diz Paulo, em 1 Coríntios 10.31, 32: "Portanto, quer comais, quer bebais ou façais qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus. Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem às igrejas de Deus". Portanto, ao acessar a internet, o que você procura? O que seus olhos veem? O que você ler? Qual, de fato, é a sua intenção?

Em Jesus,

João Paulo M. de Souza

Nenhum comentário: