quinta-feira, 13 de setembro de 2012

"Por que matar a flor que nasce...?"

             

Muitas vezes perdemos tanto tempo com coisas triviais, coisas que, em essência, não nos acrescenta nada. Por que não pararmos para refletir sobre a poesia da vida, sobre a poesia cristã? "Por que matar, se a vida é tão importante?" "Por que mentir, se a verdade ameniza a dor" Portanto, vivamos a vida que Deus nos deu, agradando-O em tudo!


Convido-o (a) a parar um pouco e refletir na letra poética do hino "Por que", cantado pelo irmão Ozeias de Paula. Deus falará contigo!

Em Jesus,

JPMS

Nenhum comentário: