segunda-feira, 20 de agosto de 2012

O Caráter de Cristo é mais importante


Embora muita gente fique fascinada com crentes que são usados por Deus com os dons espirituais e/ou pregue eloquentemente e/ou tenha, de alguma forma, assaz influência no meio onde comunga, a Bíblia afirma que, apesar dessas coisas terem seu valor, tudo isso é simplesmente secudário. O mais essencial nos salvos é o caráter de Cristo (Gl 5.22). Podemos ver isso em Atos 6.

Diante do desprezo às viúvas gregas pelos hebreus, houve a necessidade de se instituir o diaconato, ministério este bastante importante (v. 3). Para tanto, foram escolhidos, dentre o povo, sete homens. Acerca destes homens, observemos a ordem escalar exigida pelos apóstolos: "Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete varões de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria" (v. 3). Antes de serem cheios do Espírito e de serem sábios, era preciso que esses varões fossem estimados pela sociedade em que viviam. Hoje, em alguns lugares - e são muitos -, esse paradigma bíblico não vinga mais, não é mesmo?.

Apesar de ouvirem pregações a respeito, muitos desdenham do caráter de Cristo (Gl 5.22). Esse comportamento negativo é lamentável e destrutivo (2 Tm 4.10).  Como poderemos alcançar o Céu, se não assentimos com o que disse Jesus: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim" (Jo 14.6).

Em Cristo,

João paulo M. de Souza

Nenhum comentário: