segunda-feira, 30 de julho de 2012

Cuidado com os falsos ensinos dos telepregadores da prosperidade financeira


"Esses mestres, em sua ganância, dirão qualquer coisa para se apossarem do dinheiro de vocês" (2 Pe 2.3, NBV).

"Se alguém ensina alguma outra doutrina e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo e com a doutrina que é segundo a piedade, é soberbo e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas, contendas de homens corruptos de entendimento e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho. Aparta-te dos tais" (1 Tm 6.3-5).

Na TV brasileira, há muitos telepregadores, porém pouquíssimos que não fazem da "piedade" causa de ganho, isto é, através de uma aparência disfarçada, enriquece com a pecúnia alheia. Você já notou que é um pede pede de dinheiro? Ontem, por exemplo, assistindo ao programa de um telepregador, fiquei sobremodo espantado com a declaração que ele fez, dizendo que o rei Agur foi um tolo ao pedir a Deus a sua "porção acostumada" (Pv 30.5-9).

O que me chamou a atenção na vida desse MILIONÁRIO TELEPREGADOR, foi o fato de, mensalmente, ele - ou o povo que lhe entrega o dízimo e lhe oferta? - gastar R$ 10.000.000, 00. Isso mesmo que você leu: dez milhões de reais!!! A bem da verdade, o dinheiro do povo rola solto no bolso de muitos que se dizem enviados de Deus: "Porque não somos como aqueles cujo propósito é negociar a palavra de Deus para conseguir com isso um bom lucro" (2 Co 2,17, Nova Bíblia Viva).

Será que é tolice pensar como Paulo: "Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele. Tendo, porém, sustento e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes" (1 Tm 6.7, 8). Em 1 Coríntios 15.19, declara esse apóstolo: "Se esperarmos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens".

Em Colossenses 3.1-3, o doutor dos gentios exorta-nos a priorizarmos a vida espiritual: "Se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. Pensai nas coisas que são de cima e não nas que são da terra...". No entanto, o que se observa nesses telepregadores é o forte desejo pelo poder e pelas riquezas terrenais. Enquanto isso, vidas inconstantes são lançadas para lá e para cá pelas ondas do engano.

Em Cristo,

João Paulo M. de Souza

2 comentários:

Herenilton H. Julião disse...

Prezado,

Realmente é preocupante o quanto essa esse ensino tem se difundido e arrastado multidões!
Não sei como alguém pode achar fundamento na Bíblia para uma coisa destas.

em Cristo
HHJ

João Paulo M. de Souza disse...

Amado Herenilton, a paz do Senhor!

Ultimamente, o pede pede de dinheiro por muitos "homens de Deus" tem se tornado a coqueluche do momento. Sabemos que o dinheiro é importante, mas torná-lo um fim em si mesmo é um erro grosseiro.

A vontade de Deus é que os homens não sejam apegados às riquezas efêmeras: "E tu, dentre o povo, procura homens capazes, tementes a Deus, homens de verdade, que odeiem a avareza" (Ex 18.21).

Em Cristo,

JP