terça-feira, 26 de junho de 2012

O pecado contra o Espírito Santo


Voce sabe o que é blasfêmia contra o Espírito de Deus? Não? Pois bem, através desta postagem, procuraremos - mediante a ajuda desse mesmo Espírito - dirimir essa dúvida tão cruel para os que pensam ter perdido a salvação. Para tanto, preste bastante atenção, e esteja, se possível, com a sua Bíblia aberta.

Acerca da transgressão contra o Espírito de Deus, muitos têm várias dúvidas a respeito desse assunto. Eu, por exemplo, quando dos primeiros meses de fé cristã, cheguei a ficar bastante preocupado com esse pecado, posto ter pensado que o havia cometido e perdido a salvação (Mt 12.31, 32). No entanto, para minha tranquilidade, eu estava errado!

O teólogo Myer Pearlman cita o dr. William Evans: 

"... resistir tem que ver com a obra regeneradora do Espírito, o entristecer diz respeito a habitação interna do Espírito Santo, ao passo que o extinguir tem que ver com o derramamento para servir" (Conhecendo as Doutrinas da Bíblia, Vida, 2006).

Salientamos o seguinte trecho do texto supracitado: "... resistir tem que ver com a obra regeneradora do Espírito". Isto é, só podemos converter-nos mediante o convencimento do Espírito (Jo 16.8-11), caso contrário, jamais seremos salvos, ou no caso de um crente desviado, este nunca poderá novamente desfrutar da vida em Cristo.

Uma palavra aos que estão angustiados por pensarem que pecaram contra o Espírito: somente pelo fato de estarem assim, já é prova suficiente de que não o cometeram:

"Sabendo que, se o nosso coração nos condena, maior é Deus do que o nosso coração e conhece todas as coisas. Amados, se o nosso coração nos não condena, temos confiança para com Deus" (1 Jo 3.20, 21).

Diante dessa realidade, jamais resistamos ao Consolador, à "unção do Santo": 

"E vós tendes a unção do Santo e sabeis tudo. E a unção que vós recebestes dele fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis" (1 Jo 2.20, 27). 

No Senhor,

João Paulo M. de Souza

Nenhum comentário: