terça-feira, 19 de junho de 2012

"Fazei o bem sem olhar a quem"


"Veja como é fácil afastar-se da fonte e inventar versículos. Essa frase é uma distorção de Gálatas 6.10: 'Então, enquanto temos tempo, façamos o bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé'.

É claro que o crente deve ser bondoso, benigno, ajudador (Gl 5.22). Mas fazer o bem 'de olhos fechados' pode ser perigoso. Existem muitos vigaristas dizendo-se missionários ou pastores. Eles sempre contam casos tristes para aplicar os seus golpes, e os irmãos, por não olharem  a quem estão ajudando, acabam sendo lesados.

Procure, na medida do possível, ajudar as pessoas que estão realmente necessitadas: 'Livremente abrirás a tua mão para o teu irmão, para o teu necessitado, e para o teu pobre na tua terra' (Dt 15.11).

Alguém poderá argumentar: 'A Bíblia manda-nos fazer o bem até aos que nos odeiam!' Sim, é verdade, e foi Jesus quem ensinou isso (Mt 5.44). Contudo, temos de saber distinguir as circunstâncias. Quando somos perseguidos e odiados por alguém, não devemos revidar (Rm 12.20). Essa é uma situação: tratar bem as pessoas que nos fazem o mal. 

Fazer o bem a pessoas que agem de má fé e aplicam golpes já conhecidos é uma negligência! Paulo ensinou: '... noteis os que promovem dissensões e escândalos contra a doutrina que aprendestes; desviai-vos deles' (Rm 16.17). 

Fique atento!" [1]
________________________
[1] ZIBORDI, Ciro Sanches. Erros que os Pregadores Devem Evitar. 7. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2006, p. 131.

P.S. A foto da postagem não faz parte do aludido livro. Também, no texto original, não há detalhes em NEGRITO no corpo do escrito.

Um comentário:

Anônimo disse...

Não sou cristão, mas fico feliz ao ver um com pensamento crítico que sabe distinguir e interpretar os ensinamentos bíblicos de maneira coerente. Meus mais profundos e respeitosos parabéns!

Alber.