sexta-feira, 9 de março de 2012

Crítica aos blogueiros "evangélicos" contenciosos


Tenho acompanhado vários blogs há um bom tempo, e o que tenho visto em alguns deles é a perda, em certo sentido, da essência cristã. Os "bofetes" escriturísticos têm encorpado temas e mais temas de postagens nessas páginas pessoais. Defendo a crítica sadia, acredito que esta, quando moderada, ajuda muito e, sem dúvida, é um meio eficaz de analisarmos, coerentemente, a realidade das coisas. Mas fazê-lo de forma irresponsável - intremeando nos escritos brigas pessoais -, não será edificante, nem para o escritor tampouco para o leitor.

Em muitas dessas postagens, nem sequer versículos bíblicos são citados, para, no mínimo, embasarem as "assertivas" constantes delas.  Parece-me que as Escrituras estão perdendo espaço na mente desses "eruditos" escritores - acho que a "espiritualidade" deles está a anos-luz da nossa. Diferentemente dos "excelentes" escribas, entendemos de que há infinitos assuntos para serem abordados à luz da Bíblia e também a partir dEla, basta termos a graça do Pai e a mínima sensibilidade ao Espírito para fazê-lo.

Confesso que tenho perdido o interesse por alguns blogs "evangélicos", posto que se tornaram covis de contenciosos! Não me refiro àqueles que defendem genuinamente o Evangelho como, de fato, deve ser defendido (Fl 1.16), mas àqueles que se preocupam mais em manchar a reputação alheia (Pv 26.21, 22) do que em glorificarem a Deus (1 Co 10.31). Destes, sinto ojeriza! Desculpe-me a contundência e a sinceridade...

Como já falei, ninguém deve blindar suas ideias a ponto de não aceitar críticas. Estas, quando bem intencionadas, são ótimas e ajudam-nos a crescer em todos os sentidos. Portanto, sejamos mais prudentes quando postarmos nossos textos. Critiquemos, mas também aceitemos ser criticados, desde que esses juízos sejam no Senhor (Fl 4.8).

Em Jesus,

João Paulo M. de Souza

Nenhum comentário: