sábado, 21 de janeiro de 2012

Uma palavra àqueles que congregam em igrejas genuinamente cristãs a um bom tempo, mas são estéreis espiritualmente

E dizia esta parábola: Um certo tinha uma fiqueira plantada na sua vinha, e foi procurar nela fruto, não o achando-o. E disse ao vinhateiro: Eis que há três anos venho procurar fruto nesta figueira e não o acho; corta-a. Por que ela ocupa ainda a terra inutilmente? E respondendo ele, disse-lhe: Senhor, deixa-a este ano, até que eu a escave e a esterque; e, se der fruto, ficará; e, se não, depois a mandarás cortar" (Lc 13.6-9).

Há muitas pessoas que se dizem cristãs verdadeiras, mas não confirmam isso com o seu testemunho (Ap 3.17). Lembremo-nos de que a paciência de Deus tem limites (1 Sm 16.1). O Senhor não suporta mornidão espiritual (Ap 3.15, 16).

Em Cristo,

João Paulo M. de Souza

Nenhum comentário: