sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Não entristeçais o Espírito Santo de Deus


O Espírito Santo é Deus (Sl 139.7). A despeito de ser Deus, Ele  comunga com os que aceitam Jesus Cristo (Jo 1.12), habitando neles (Rm 8.9). No entanto, como possui pessoalidade, entristece-se com os pecados de seus amados (Ef 4.30).

Na verdade, quantos não entristecem o Espírito Santo? Existem aqueles que o "traem" através da falta de compreensão de Sua divindade; outros, por negarem obediência à Palavra de Deus. Num culto, por exemplo, quantos não passam o tempo todo conversando com seus pares, desprezando a presença do Santo Consolador.

Cotidianamente, se resistirmos ao Espírito, sem dúvida, sofreremos o Seu afastamento, que, consequentemente, proporcionará Sua "extinção" em nosso ser (1 Ts 5.19).

Diante disso, vigiemos, para não sermos achados sem a presença do Divino Consolador. Ele é o único que convence "o mundo do pecado, e da justiça, e do juízo" (Jo 16.8).

João Paulo M. de Souza

Nenhum comentário: