domingo, 4 de setembro de 2011

Hipocrisia cristã


Quem nunca percebeu a falsidade de algumas pessoas ditas como confiáveis pela sociedade e até mesmo pela igreja? O publicano de Lucas 18.9-14 quem o diga. A aparência, as palavras e até as ações do fariseu testemunhavam uma coisa, mas o seu íntimo refletia outra totalmente diferente: "Digo-vos que este [publicano] desceu justificado para sua casa, e não aquele [fariseu]; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado" (v.14). Jesus Cristo disse que "do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias" (Mt 15.19).

Concernente à atmosfera cristã, o que queremos transmitir através desta postagem é a verdade de que existem crentes-coringas no seio do povo de Deus, ou seja, pintam um quadro falso de si mesmos diante dos seus pares. Seus principais mentores são os ditos ensinadores e responsáveis, que, convenhamos, acabam caindo na transgressão dos "homens de Deus" de Mateus 23: "Atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os pôem sobre os ombros dos homens; eles, porém, nem com o dedo querem movê-los" (v.4). Coitados daqueles que suportam tais fardos! Paulo fala um pouco sobre aqueles: "Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como: não toques, não proves, não manuseies? (Cl 2.20, 21).

Existe um ditado popular que diz: "Pau que dá em Chico, dá em Francisco". Ou seja, o que acontece a um, deve acontecer também ao outro. Entretanto, tenho visto de maneira corriqueira o contrário. Na maioria das vezes o Chico é repreendido, mas o Francisco é afagado! Trocando em miúdos: Por que não deixar a hipocrisia do lado e não obedecer ao que a Bíblia manda! 

Diante do exposto, o meu Senhor quer se pronunciar: "Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia. Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade" (Mt 23.27, 28).

Que Deus ajude-nos a não sermos coniventes com a hipocrisia!

João Paulo M. de Souza

Nenhum comentário: