sábado, 2 de junho de 2012

O Batismo no Espírito Santo


Uma das fundamentais doutrinas bíblicas é o batismo (gr. baptisma) “com” ou “no” Espírito Santo. Este batismo ou “mergulho” no Espírito é um revestimento de poder, ou seja, uma dotação de autoridade proveniente de Deus (Lc 24.49; At 1.8).  Após recebê-lo, o crente passa a testemunhar com mais autoridade o Evangelho (At 1.8; 2.37, 38, 40, 41; 4.31; 6.3, 5; 8.1-17). Mas, apesar de algumas pessoas não crerem na atualidade desse dom, os pentecostais acreditam que Jesus continua batizando.

O batismo no Espírito Santo não é regeneração (Jo 3.6). Não podemos desprezar as evidências bíblicas e históricas dessa doutrina. A palavra regeneração, segundo a Pequena Enciclopédia Bíblica de Orlando Boyer, significa “restabelecimento do que estava destruído”. Um bom exemplo bíblico acerca disso está em Efésios 2.1, 5, 6: 

“E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados, estando nós ainda mortos em nossas ofensas, vivificou-nos juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele, e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus”.

O batismo com ou no Espírito Santo não é o batismo no corpo de Cristo.  Por falta de interpretação correta de 1 Coríntios 12.13, muitos tem criado um falso ensino. Observe o texto:

“Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito”. 

Note a expressão “batizados em um Espírito, formando um corpo”. Esse batismo não tem a ver com o revestimento de poder, nem com o batismo em águas. Wililiam Menzies, teólogo pentecostal, dar-nos um esclarecimento: “Nós somos batizados pelo Espírito em Cristo – isso é regeneração, novo nascimento”.

O batismo no Espírito Santo não está limitado aos tempos apostólicos. Existe uma corrente teológica que nega a contemporaneidade do dom de poder, com evidência inicial de falar noutras línguas. Ela ensina que o fenômeno manifestou-se apenas nos primórdios da Igreja. No entanto, a Bíblia diz diferente: “Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe: a tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar” (At 2.39). Outrossim, a própria experiência contesta a falácia dos cessacionistas!

O Batismo no Espírito Santo, como já foi mencionado, é um revestimento de poder (At 1.8; Lc 23.49), e está condicionado apenas aos salvos em Cristo, ou seja, só pode ser batizado quem realmente nasceu de novo (Jo 3.1-6; At 2.39). Sua evidência inicial é o falar noutras línguas (At 2.4; Mc 16.17; At 10.44-46; 19.1-6). Portanto, se você, caro leitor, ainda não recebeu o dom do Espírito, não fique desanimado. Deus pode cumprir essa promessa em sua vida! “Porque, na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias”, disse Jesus (At 1.5).

Em Deus,

João Paulo M. de Souza

6 comentários:

jucilene disse...

Pastor me desculpe mas a Palavra de Deus afirma que todo aquele que nele crê e se arrepende de seus pecados Deus será salvo!...

João Paulo disse...

Prezada Jucilene,

A paz do Senhor!

Em primeiro lugar, muito obrigado por visitar o nosso blog. És sempre bem-vinda!

Segundo, não sou pastor - mas se Deus quiser, quem pode impedir, não é mesmo? -, mas membro da Assembleia de Deus em Pernambuco.

Terceiro, o "versículo" que você citou não existe na Bíblia. Acredito que a irmã quis citar João 3.16, que diz: "... para que todo aquele que nele crê NÃO PEREÇA, mas tenha a vida eterna". Observe que a continuidade do verso é "não pereça" e não "se arrepende...".

Outra coisa interessante de se saber é que, primeiro a pessoa se arrepende de seus pecados, depois crê em Deus - esse é o processo pelo qual passa todo aquele que deseja ser genuinamente salvo: "Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados. O contrário é antibíblico.

Em Cristo Jesus,

JP

Agrélio disse...

Meu Amado irmão sobre o comentário a cima, não creio que a irmã estava falando do texto Bíblico João 3.16, e sim, 1 João 5.13, ou que sabe Romanos 10.9. Deus muito o Abençoe.

Anônimo disse...

Paz do Senhor!!!
Se voce for batizado com o Espirito Santo, consequentemente ou obrigatoriamente deve falar em linguas...

julio cesar de paula paula disse...

ESTE COMENTARIO SEUS SOBRE BATISMO COM ESPIRITO SANTO É QUE TEM DEIXADO MUITAS PESSOAS TRISTES POR ESTAREM MUITO TEMPO FAZENDO PARTE DA IGREJA E NAO FALANDO EM LINGUAS OU OUTRAS COISAS AMAIS E ASSIM ATE DESANIMANDO DE SERVIREM A DEUS A PALAVRA NOS DIZ QUE QUANDO NOS CREMOS EM JESUS NOS RECEBEMOS O ESPIRITO SANTO E SOMOS SELADOS COM ELE, LEIA EFESIOS CAP 1 VERSOS11, 12,13,14, MEDITE NO VERSO 14 ,MEUS AMIGOS DEIXE DE TOLICES ATE VARRER O CHAO DA CONGREGAÇAO É UM DOM POR QUE MUITOS DOS NARIZES EMPINADOS NAO QUEREM FAZER ISTO E MUITAS OUTRAS COISAS MAIS QUE PARECEM SER INSIGNIFICANTES MAS QUE SAO DE TOTAL IMPORTANCIA PARA DEUS,E MEU AMIGO EU JA VI MUITOS PADRES E OUTROS QUE NAO CONFESSAM A CRISTO FALANDO EM LINGUAS,ACORDEM GENTE,FALAR EM LINGUAS OU PROFETIZAR NAO SAO GARANTIAS DE TER O ESPIRITO SANTO DE DEUS,A PALAVRA DIZ CLARAMENTE QUE TEM MUITOS FALSOS PROFETAS ENTRE NOS ,QUERENDO ENGANAR A MUITOS E ESTAO CONSEGUINDO

João Paulo Souza disse...

Irmão Júlio,

Paz do Senhor!

No meio evangélico, sabemos que existem algumas divergências quanto a crença em certas doutrinas bíblicas. Na crença em questão, sobre o batismo com ou no Espírito Santo, penso que o irmão releia com vagar a aludida postagem.

O irmão está certo quando diz que todos os crentes, no momento da conversão, são "selados com o Santo Espírito da promessa". Porém, o batismo a que me refiro neste texto é a dotação de poder, que ocorre "depois" da conversão, e que só é outorgado a quem Jesus quer: "Falam todos em outras línguas?" (1 Coríntios 12.30).

Outro ponto que o irmão falou foi sobre algumas pessoas que "falam" em outras línguas. Sobre esse pretenso fato, devemos sujeitá-lo sobre o crivo da Palavra, pois, sem dúvida, há gente imitando as verdadeiras línguas concedidas por Deus. Digo isso, porque o falar em outras línguas não está em nosso poder, mas sob a orientação do Espírito: "Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem" (Atos 2.4). Observe-se que o texto diz "segundo o Espírito", desbarando a falácia de que falamos em línguas quando e onde queremos.

Aconselho ao irmão reler a postagem com calma e meditação.

Deus o abençoe!

João Paulo M. de Souza