quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Os fariseus estão à solta!

No passado, muitos fariseus odiavam Jesus, posto que este ensinava (e continua ensinando) o caminho da humildade aos homens (Lc 9.23). Hoje, parece que o mesmo episódio continua a acontecer no seio evangélico, pois boa parte de nós ainda não aprendeu o salutar exemplo de Cristo (Mt 11.29). Muitos querem prestígio, fama e "tapinha" nas costas! Quando não são exaltados e massageados pelos elogios dos símplices ou maus intencionados (Pv 29.5), ficam tristes, fazem biquinho, como quem não gostou do viram. 

Para o nosso ensino, a parábola que o Humilde dos humildes deixou como exemplo e advertência:

"E disse também esta parábola a uns que confiavam em si mesmos, crendo que eram justos, e desprezavam os outros: Dois homens subiram ao templo, para orar; um, fariseu, e o outro, publicano. O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano. Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de tudo quanto possuo. O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador! Digo-vos que este [o publicano] desceu justificado para sua casa, e não aquele (o fariseu); porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado" (Lc 18.9-14).

O Mestre Jesus corrobora: "Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer" (Lc 17.10). Portanto, quando fizermos alguma coisa pra Deus, não desviemos a glória que só deve ser dirigida ao Senhor!

Em Cristo,
João Paulo M. de Souza

Nenhum comentário: