sábado, 27 de novembro de 2010

Não chores

O filho da viúva de Naim estava morto. Ela, em prantos, não conseguia se conter - e não era para menos, pois a sua única semente havia morrido. Nesse ínterim, Jesus resolveu visitá-la, "e com ele iam muitos dos seus discípulos e uma grande multidão" (Lc 7.11).

A Bíblia diz que quando Jesus chegou perto da entrada da cidade, deparou-se com um enterro (v.12). Ali, estavam pessoas tristes e desconsoladas, uma mãe chorosa, e um garoto vencido pela morte. Que cenário fúnebre! Que situação arrasadora!

Ao ver a senhora em lágrimas, e enquanto o seu coração se comovia, Cristo diz a mulher: “Não chores” (v.13). Esta foi uma palavra amiga e eficaz num instante tão crítico da vida. “E, chegando-se, tocou o esquife [no caixão, NTLH] (e os que o levavam pararam) e disse: Jovem, eu te digo, levanta-te. E o defunto assentou-se e começou a falar. E entregou-o à sua mãe” (v. 14, 15). 
Amado leitor, não sei o que estás a passar, mas sei de uma coisa: Cristo te pode ajudar! Ele mesmo disse, em sua Palavra: “É-me dado todo o poder no céu e na terra. EU SOU O QUE SOU” (Mt 28.18; Ex 3.14). Portanto, NÃO CHORES!
Em Cristo,
João Paulo M. de Souza  

Nenhum comentário: