quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Ele sempre estende a Sua mão


Na caminhada da vida, deparamo-nos com momentos graciosos e encantadores, que nos levam a estarmos leves e sossegados. Por outro lado, muitas vezes passamos por situações dificultosas e calamitosas, porque somos suscetíveis a isso (Jó 1, 2). Mas em meio aos momentos aflitivos, encontramos uma mão amiga e ajudadora, a mão de Jesus Cristo.

Certo dia, após alimentar milagrosamente uma multidão de mais de cinco mil homens, além de mulheres e crianças, o Mestre Jesus, à beira do mar da Galileia, ordenou que os seus discípulos entrassem num barco e passassem adiante, para o outro lado do lago. “E, despedida a multidão, subiu ao monte para orar à parte. E, chegada já à tarde, estava ali só” (Mt 14.23).

Após receberem uma ordem, os discípulos Pedro, João, Tiago e companhia obedeceram à voz do seu Senhor e entraram no barco. Enquanto a embarcação açoitada pelas ferozes ondas seguia o seu caminho, no meio do mar sobreveio-lhes um vento oposto (v.24), de modo que trouxe terrível expectação para os tripulantes. Em meio ao desespero, à quarta vigília da noite, surge um homem caminhando sobre o mar. Que homem seria aquele? Seria um fantasma? Os homens ao vê-lo, ficaram espantados e gritavam com medo. Entrementes, ele bradou: “Tende bom ânimo, sou eu; não temais” (v.27). Aquele homem era Jesus! O mesmo que estendeu Sua “santa mão” para livrar Pedro de morrer afogado no imenso lago (v. 31).

A despeito das intempéries da vida, o nosso Senhor nunca nos esquece (Is 49.15). Ele pergunta-nos: “Sou eu apenas Deus de perto, diz o SENHOR, e não também Deus de longe?” (Jr 23.23). No tempo certo (Ec 3.1), o Todo-Poderoso agirá em nosso favor (Gn 22.10-12; Jo 5.1-9). Ouçamos o que o escritor aos Hebreus admoesta-nos: “Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa. Porque ainda um poucochinho de tempo, e o que há de vir virá e não tardará” (Hb 10.36, 37).

Seguro por Cristo,

João Paulo M. de Souza









Nenhum comentário: