segunda-feira, 19 de julho de 2010

Bíblia: o alimento indispensável para o espírito e para a alma!

Por João Paulo Souza


O crente envolvido com o pecado fica com a alma debilitada e busca forças para vencer essa fase tão difícil da vida. Nessa situação, a fraqueza de espírito é um estado embaraçoso. Consequentemente, fica sem autoridade espiritual e sente uma terrível inapetência pelas coisas de Deus, desprezando, aos poucos, o alimento da alma e do espírito, a Palavra do Senhor.

O escritor aos Hebreus alerta quanto a possibilidade de embaraços espirituais na caminhada cristã (Hb 12.1). Ninguém está livre de pecar (Jo 8.7). Entretanto, alguns crentes têm se deixado levar pelos convites mundanos e enfraquecido sua comunhão com Deus.

No Salmo 6.2 da Bíblia Nova Versão Internacional (NVI), Davi expressa-se assim: "Misericórdia, SENHOR, pois vou desfalencendo! Cura-me, SENHOR, pois os meus ossos tremem". Aqui, afirma desfalecer porque estava "doente" de pecado, reconhecendo merecer o castigo de Deus. Já na versão de Almeida Revista e Atualizada (ARA), ele diz: "Tem compaixão de mim, SENHOR, porque eu me sinto debilitado; sara-me, SENHOR, porque os meus ossos estão abalados". Nesta última tradução, fica ainda mais claro, pois o "sentir-se debilitado" significa experimentar fraqueza, estar enfraquecido no espírito. 

Qualquer tipo de pecado que um crente pratica produz tristeza no Espírito Santo (Ef 4.30). Com a frequência nesses deslizes,  aparece a falta de apetite para se santificar, orar e ler a Palavra de Deus. À medida que se aprofunda na imoralidade, sua força descai gradativamente (Sl 51.2, 8). Apesar disso, Deus é a força de todo salvo (2 Sm 22.33; Ef 6.10; Jo 13.17), e pode restaurar uma vida decaída. 

Nenhum comentário: