domingo, 25 de abril de 2010

Alguns Princípios Básicos para uma Oração Eficaz


A oração eficaz é regida por princípios que não podem ser desprezados nem esquecidos. Esses preceitos quando observados e seguidos levam o cristão a agradar a Deus e alcançar grandiosas bênçãos de sua parte.

Para se obter uma vida abençoada através da oração, deve-se:

• Orar diretamente a Deus (Gn 20.17; Ex 8.30; 10.18; Nm 11.1, 2; 21.7; Jz 13.8; 1 Sm 1.10, 20; 2.1; 8.6; 1 Rs 13.6; 2 Rs 4.33; 6.17, 18; 19.15; 20.2; Jn 2.1; 4.2; Mt 26.42);

 
• Orar a Deus, chamando-o de Pai, ou seja, criando uma relação familiar (Mt 6.,1, 4, 6, 8, 9; 7.21; 11.25, 26; 16.17; 26.39; 5.16, 45, 48; Jo 1.12);

 
• Orar santificando a Deus, ou seja, glorificando-o (Mt 6.9; Sl 34.3; 72.18, 19; 111.9; 138.6; Is 6.1, 3; 57.15; Lv 10.3; Ap 4.11);

 
• Orar pedindo a manifestação do seu Reino aqui na terra (Mt 6.9; 12.28; 4.23; 9.35; At 1.8; 2.1-4, 38-40; 4.30, 31; Is 64.1; Mc 1.34, 39; 9.1; Jo 12.31; 17.17; 1 Jo 3.8);

 
• Orar obedecendo e sujeitando-se à vontade soberana de Deus (Mt 6.9; 7.21; 12.50; 26.42; Hb 5.8; Gn 12.1-4; Ex 40.16, 34, 35; Sl 143.10; At 8.26, 27);

 
• Orar dependendo exclusivamente da provisão de Deus (Mt 6.11, 25; 14.20, 21; Sl 23; 37.25; 42.5, 6, 11; Fl 4.19; 1 Rs 17.5, 6);

 
• Orar invocando o perdão de Deus (Mt 6.12; Sl 51.1-4, 7-12; Lc 11.4);

 
• Orar com um coração livre de desavenças, intrigas, brigas e ódio (Mt 6.12; 18.15-17, 21, 22; Hb 12.14, 15; 1 Pe 2.1; 1 Ts 5.23);

 
• Orar para que o Senhor nos livre das tentações e desvie-nos de todo mal (Mt 6.13; 1 Cr 4.9, 10; Jo 17.15; 2 Ts 3.3; 1 Jo 5.18)

• Orar a Deus sempre dando graças (Mt 11.25; 15.36; 26.27; Lc 2.38; Jo 11.41; At 27.35; 28.15; 1 Co 1.4; Ef 1.16; Cl 4.2; 1 Ts 1.2; 2.13; 5.18);

No Amado,

João Paulo M. de Souza
http://joaopaulomsouza.blogspot.com











Nenhum comentário: