segunda-feira, 18 de junho de 2018

Agora é oficial: vício em jogos eletrônicos é classificado pela OMS como distúrbio mental


A Organização Mundial da Saúde (OMS) está anunciando nesta segunda-feira (18) que a obsessão em jogos eletrônicos passa a ser oficialmente classificada como distúrbio mental, e o termo oficial em inglês para essa condição é "gaming disorder".
Essa decisão já havia sido anunciada no final de 2017, mas ainda faltava a publicação de uma revisão do manual de classificação de doenças da organização. Agora, o distúrbio já consta na 11ª Classificação Internacional de Doenças (CID), e é descrito como um "padrão de comportamento persistente ou recorrente" que pode se tornar tão intenso que "toma a preferência sobre outros interesses da vida".
Apesar de muitos pais se preocuparem com o tempo que seus filhos gastam em jogos, são raros os casos que se enquadram na descrição da OMS. De acordo com a agência de saúde ONU, esses quadros atingem menos de 3% dos gamers.
Já vimos casos bem extremos, como um casal que foi preso em 2014 sob acusação de vender seus dois filhos para comprar itens especiais em jogos online. NO ano passado, a Tencent teve que limitar o tempo das partidas em seu título Honor of Kings para combater o vídeo de seus jogadores. São situações assim que precisam ser evitadas, detectando o problema antes que as consequências sejam graves.
De acordo com o Dr. Vladimir Poznyak, da OMS, existem três características principais necessárias para o diagnóstico deste distúrbio:
  • Hábito de jogar tem precedência sobre outras atividades, na medida em que outras atividades são colocadas em segundo plano;
  • Falta de controle sobre esses comportamentos, mesmo quando as consequências negativas ocorrem;
  • A condição leva a um sofrimento significativo e prejuízo no funcionamento pessoal, familiar, social, educacional ou ocupacional.
No geral, o impacto negativo deve ser perceptível por pelo menos um ano antes que um diagnóstico seja feito.

segunda-feira, 11 de junho de 2018

EVANGELISTA SOFRE ATAQUE CARDÍACO FULMINANTE ENQUANTO PREGAVA A PALAVRA DE DEUS EM PERNAMBUCO


NO ÚLTIMO DIA 6, NA ASSEMBLEIA DE DEUS – ABREU E LIMA, APÓS PREGAR NA CONGREGAÇÃO POLO DE CAETÉS I, ABREU E LIMA (PE), O EVANGELISTA EVANDRO LOPES, DE 40 ANOS, FALECEU AINDA NO PÚLPITO. 

De acordo com relatos dos fiéis que estavam presentes no culto, num Círculo de Oração, o pregador, depois de pregar com destemor, “olhou para o céu, ficou calado… e disse para a igreja: ‘Deus está mandando que ninguém se espante com o que vai acontecer!'”. Depois de pronunciar estas palavras, Evandro começou a desfalecer.
Apesar de algumas irmãs, que eram técnicas de Enfermagem, prestarem os primeiros socorros, ele veio a falecer. Segundo sua esposa, o evangelista havia revelado a ela que o desejo dele era partir da Terra enquanto estivesse pregando a Palavra.
Evandro Lopes deixa um filho pequeno e a esposa gestante de gêmeos. Toda a igreja está de luto.
Fonte: PETRUS NEWS

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Aplicai os vossos corações aos vossos caminhos

Por João Paulo Souza

No tempo do reinado do rei Dario, mais especificamente no segundo ano de seu governo, veio a Palavra do Senhor ao profeta Ageu. O conteúdo da mensagem era grave, pois o povo de Judá havia esquecido a Casa do Senhor, para se voltar para o seu próprio conforto. Enquanto o Templo de Deus estava precisando de uma reforma, o povo se abrigava em suas casas bem construídas (Ag 1.4). As coisas de Deus eram deixadas de lado.
Ao observar o desprezo pelo Templo do Senhor, o Eterno levantou Ageu para repreender os culpados e cobiçosos dentre o seu povo. “Aplicai os vossos corações aos vossos caminhos” (Ag 1.5). Quer dizer: “Vejam aonde os seus caminhos os levaram” (Bíblia Nova Versão Internacional).
Embora houvesse da parte dos rebeldes investimentos consideráveis em sua terra, a falta de zelo pelas coisas de Deus trouxe-lhes vários desconfortos: colheita escassa, pouco alimento sobre a mesa, água minguada para beber, carência de roupa para vestir e parco dinheiro para comprar e investir (Ag 1.6).
Ainda assim, o povo não entendia que deveria voltar-se para Deus. Semelhantemente aos dias de Ageu, muitos cristãos, hoje, depreciam o que é de Deus, para buscarem seus próprios interesses. Seus corações andam flertando  com o mundo. Por isso, lembremo-nos da advertência de Tiago: “Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus?” (Tg 4.4).
Nestes últimos dias, quantos de nós não andamos afanosos, buscando coisas dispensáveis? Fazemos reflexões cuidadosas? Não! Acabamos contraindo dívidas que poderiam ser evitadas. E, nesse caminho, percebemos que o nosso dinheiro torna-se escasso; nossa comida racionada; nosso conforto minado; nossa espiritualidade comprometida.
Diante de um cenário tenebroso como nos dias de Ageu, vale tomarmos de empréstimo as sábias palavras do Senhor e concretizá-las em nossas vidas: “Aplicai os vossos corações aos vossos caminhos” (Ag 1.5). Só assim poderemos desfrutar de dias melhores!
Publicado por Gospel Prime.